DTM

Disfunções da ATM (Articulação Temporomandibular)

As Disfunções da ATM compreendem um grande grupo de doenças que podem envolver os maxilares, músculos mastigatórios, dentes e nervos. As mais frequentes são:

DESLOCAMENTOS DO DISCO da ATM

Ocorrem quando o disco articular desloca-se de sua posição anatômica. Podem ser acompanhados de estalos ou ruídos ao abrir e fechar a boca, travamentos no maxilar, dor à movimentação, além de outros sintomas.

DISFUNÇÕES MUSCULARES e BRUXISMO

Se você sente dores de cabeça e no maxilar, possui alguns dentes desgastados e apresenta cansaço muscular na face, é possível que esteja realizando o bruxismo. O termo médico significa a sobrecarga de força de um dente sobre o outro, ou seja, o ranger dos dentes superiores com os inferiores. Este problema é freqüente e está relacionado, principalmente, ao fator emocional, apesar de existir outras origens para o distúrbio, como a posição da arcada dentária, doenças respiratórias e hereditariedade.

A tensão e o stress colaboram para o surgimento do distúrbio, que parece inofensivo, mas pode gerar problemas mais sérios. Os pacientes com bruxismo relatam sentir dores em todos os dentes, nos grupos musculares da face e do pescoço, além de dores na região da Articulação Temporomandibular, que é próxima ao ouvido. Conforme a intensidade do bruxismo, esses sintomas podem se tornar mais agudos, o que exige tratamento imediato”.

Diferenciando os problemas

A dúvida é como diferenciar o problema do simples movimento dos dentes na boca, por isso é importante observar os sintomas. O bruxismo ocorre principalmente durante o sono e pode afetar adultos e crianças.

O tratamento envolve diferentes profissionais da odontologia. “Vários procedimentos podem ser empregados de forma gradativa, como o uso de aparelhos móveis intrabucais, conhecidos como splints oclusais, fisioterapia muscular e medicação miorrelaxante”.

Como o bruxismo é um problema relacionado ao aspecto emocional do paciente, algumas modificações nos hábitos pessoais podem colaborar para minimizar o problema. A realização de atividades esportivas ou artísticas, controle da ansiedade e da alimentação são essenciais para diminuir o bruxismo. “O bruxismo está ligado ao stress, caracterizando-se como um problema de natureza psicossomática. Por isso, o controle e a administração do stress são importantes para neutralizar o distúrbio.

Bruxismo

Ranger os dentes pode ser um distúrbio sério, chamado de bruxismo.

Se você sente dores de cabeça e no maxilar, possui alguns dentes desgastados e apresenta cansaço muscular na face, é possível que esteja realizando o bruxismo. O termo significa: sobrecarga de força de um dente sobre o outro, ou seja, o ranger dos dentes superiores com os inferiores. Este problema é freqüente e está relacionado, principalmente, ao fator emocional, apesar de existirem outras origens para o distúrbio, como a posição da arcada dentária, doenças respiratórias e hereditariedade.

A tensão e o stress colaboram para o surgimento do distúrbio, que parece inofensivo, mas pode gerar problemas mais sérios. Os pacientes com bruxismo relatam sentir dores e desgaste nos dentes, nos grupos musculares da face e do pescoço, além de dores na região da Articulação Temporomandibular, que é próxima ao ouvido. Conforme a intensidade do bruxismo, os sintomas podem se tornar mais agudos, o que exige tratamento imediato”.

Diferenciando os problemas

A dúvida é como diferenciar o problema do simples movimento dos dentes na boca, por isso é importante observar os sintomas. O bruxismo ocorre principalmente durante o sono e pode afetar adultos e crianças.

O tratamento envolve diferentes profissionais da Odontologia. “Vários procedimentos podem ser empregados de forma gradativa, como o uso de aparelhos móveis intrabucais, conhecidos como splints oclusais, fisioterapia muscular e medicação ”.
Como o bruxismo é um problema relacionado ao aspecto emocional do paciente, algumas modificações nos hábitos pessoais podem colaborar para minimizar o problema. A realização de atividades esportivas ou artísticas, controle da ansiedade e da alimentação são essenciais para diminuir o bruxismo. “O bruxismo está ligado ao stress, caracterizando-se como um problema de natureza psicossomática. Por isso, o controle e a administração do stress são importantes para neutralizar o distúrbio.